Ano novo, vida nova, negócios novos, clusters mais competitivos!!!

No Brasil estamos numa época de férias escolares e profissionais. Nestes meses é que se concentra a maior quantidade de pessoas aproveitando seus merecidos descansos laborais e com isto, aproveitam para entrar num processo de revisão sobre como tem trabalhado e aproveitado suas vidas, este é o momento de balanço e relaxamento mental.
Interessante é que numa economia como vive o Brasil, de crescente valorização dos seus serviços , aumento de vendas e uma balança comercial positiva, os empreendedores passam a identificar novas oportunidades de negócio. Os brasileiros estão entrando numa fase de iniciar negócios por oportunidade e não mais por necessidade.
Esta fase de “vacas gordas” permite aos empresários de clusters pensarem na diversificação de suas ofertas e principalmente abrem espaço para inovação de seus negócios.
Este tipo de movimento nos permite identificar muitos empreendedores que despertam a inovação, buscam pelo conhecimento e a criam condições que favorecem o aumento da competitividade individual e até mesmo coletiva.
O que mais chama a atenção é que as ações que são criadas para melhorar a competitividade nesta época do ano são completamente empresariais. Este tipo de atitude está limita à classe empresarial que tem condições de implantar seus projetos com rapidez e eficiência, já que não depende de outros ou de burocracias para fazer isto. Infelizmente os governos e muitas instituições de apoio tecnológico não acompanham este ritmo e durante o decorrer do ano é que iniciam o processo de estruturação de idéias e projetos para apoiar as empresas de forma sistêmica.
Podemos dizer que o que estabelece o diferencial entre os empreendedores que tem novas idéias é a ATITUDE. Este comportamento é percebido pelo conjunto de ações que o indivíduo desenvolve e é percebido na vida profissional, pessoal, familiar e social. Estes são os empreendedores que tendem a alcançar o sucesso com maior rapidez.
Com este comportamento, muitos empresários tendem a ter um reconhecimento na sociedade que participam principalmente adquirindo um posicionamento como lideranças de fato. Este diferencial se converte em vantagem competitiva no cluster ao qual está inserido.
Como a frase de William James explicita “A maior descoberta da minha geração é que qualquer ser humano pode mudar de vida, mudando de atitude”. Assim, podemos assegurar que qualquer empresário pode mudar a sua empresa e obter resultados positivos o que irá impactar diretamente em todos os ambientes conectados às empresas e começamos aí a estruturar o alicerce principal do processo de desenvolvimento regional ou territorial: o desenvolvimento empresarial. Por conseqüência aparece o desenvolvimento da sociedade e apoio da estrutura governamental.
Mesmo assim, cabem alguns desafios:
• Como envolver os empresários e idéias inovadoras ao entorno de objetivos comuns nos clusters?
• Como incentivar o governo a implantar idéias que promovam o desenvolvimento regional de forma pró-ativa? Se antecipando às ações dos empresários.
• Como fortalecer a visão global para todos os envolvidos no desenvolvimento regional para que as idéias inovadoras sejam diferenciais e sustentáveis?
• Como gerar integração entre clusters de diferentes países?
• Como romper e evitar a idéia das crises mundiais “psicológicas”?
Independente dos desafios é percebido que todas as idéias inovadoras pensadas num momento de novo ano podem se converter em vida nova para empresas e pessoas.
Abs.

Luiz Marcelo Padilha
lpadilha@sebraepr.com.br
padilhacuritiba@hotmail.com
Curitiba – Brasil

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

w

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: